quarta-feira, 24 de abril de 2013

Apresentação na Rádio Trentina


(Morgana, Professora Cleide e Camila)

Hoje, o diretor Dário Pegoretti, a professora Cleide B. T. Pisetta e as alunas Morgana Moretto e Camila S. Fernandes fizeram uma participação na Rádio Trentina de Rodeio - SC. Devido ao mês da Literatura  Infantil, com destaque em Monteiro Lobato, a Literatura e livros em geral, as alunas,  e os alunos Pedro Cardoso e Gabriel Floriano apresentaram vestidos à caráter em eventos realizados na cidade de Rodeio e na escola o cordel de autoria de Daniel Fiuza, que destaca a história do sítio do pica-pau amarelo por meio de rimas e dividido em estrofes.   
Acompanhe na íntegra a entrevista na rádio, bem como o cordel apresentado.

video


Sítio do pica pau amarelo 

Autor: Daniel Fiuza 






Monteiro Lobato criou 
A globo bateu o martelo 
A boa novela voltou 
Com doce e caramelo 
Sítio que o povo chamou 
De pica pau amarelo. 

Nossa vó é dona Benta 
Senhora muito simpática, 
Com ela ninguém inventa 
Por ela ser sistemática 
Em volta a turma se senta 
Pra resolver problemática. 

Tia Nastácia é doceira 
Faz muita coisa gostosa 
Além de ser cozinheira 
Conta história e prosa 
Dos seres da capoeira 
E de princesa formosa. 

Lá tem a boneca Emilia 
Mandona inventadeira 
Na historinha ela brilha 
Faz pirraça é faladeira 
Deixa todos numa pilha 
Irreverente encrenqueira. 

Pulando com uma perna só 
Feliz o saci vai aprontando 
Viaja no redemoinho de pó 
Com seu cachimbo fumando 
Quem conta isso é nossa vó 
E a gente vai acreditando. 

O porco marques de rabicó 
Com medo vive escondido 
Se manda quer viver só 
Por tia Nastácia é escolhido 
Mas a Emilia não tem dó 
Vive no pé do perseguido. 
Quem cuida dos animais 
É um homem de muita fé 
Pra Fazer tudo é capaz 
Ele é o tio Barnabé 
Conta historias demais 
Da cuca saci e jacaré. 

Ainda tem o burro falante 
Que La Fontaine emprestou 
Nessas fabula interessante 
Ele é um filosofo palrador 
Um intelectual importante 
Que lá no sítio chegou. 

A cuca é uma feia bruxa 
No formato de um jacaré 
No caldeirão ela puxa 
As maldades de má fé 
Sua magia estrebucha 
Mas o que faz não dá pé. 

O visconde de sabugosa 
Na biblioteca vai vivendo 
Tem a sabedoria formosa 
Todos os livros vai lendo 
Sua cultura fica pomposa 
E seu talento aparecendo. 

A menina narizinho 
Esperta e muito sapeca 
Com o nariz arrebitadinho 
Ela é a dona da boneca 
Se junta com o Pedrinho 
Não deixa cair à peteca. 

Da cidade vem o Pedrinho 
Gosta do banho no ribeirão 
Aventureiro e espertinho 
Mas tem um bom coração 
Vai se juntar com narizinho 
Para explorar o sertão. 

Cordel baseado no livro do inesquecível escritor Monteiro lobato, e sua adaptação para a televisão. 




Obrigada a todos que colaboraram com a realização dessa atividade.

Abraços,

Cleide Beatriz Tambosi Pisetta.
Professora de Língua Portuguesa e Língua Inglesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário